sexta-feira, 20 de março de 2009

E se não houver amanhã?


Ninguém sabe exatamente qual o dia em que fará a passagem para o outro plano.
Nos olhamos nos espelho e vivemos nosso dias sem imaginar que poderá não haver um amanhã.
Nos despedimos das pessoas que amamos sem nos darmos conta de que essa pode ser a ultima vez que as vemos neste plano.
Brigamos com nossos pais, nossos amigos e nossos irmãos por bobagens sem penar que deixar para pedir desculpas no outro dia poderá ser tarde.
Fazemos promessas futuras que não saberemos se teremos como cumprir...
Não é falta de aviso, sempre ouvimos frases como “não deixe para amanhã o que pode ser feito hoje” e “ viva cada dia como se fosse o ultimo”, mas acabamos esquecendo que somos de carne e osso e que nossa estadia nesse plano é curta demais.
Não somos imortais, temos que nos lembrar disso, temos que viver como sobreviventes e aproveitar nossas horas, nossos minutos, nossos segundos...
Uma pessoa que eu amo me fez uma promessa que nunca poderá cumprir... Ele foi embora.... Cedo demais.

10 comentários:

  1. Por isso vivo me arriscando. Por isso vivo sem medo além do necessário. E é o resultado disso que eu existo, não apenas sobrevivo.
    Beijao

    ResponderExcluir
  2. Tem um premiozinho para mulheres como você, lá no meu blog: Femininas e fortes!
    Abração

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo, verdadeiro e sensivel o seu texto... Parabéns!
    Gostei muito!!!!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pela visita lah no Devaneios!
    Adorei aqui tb!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Muito verdadeiro e bonito, este texto, Suellem.

    Obrigada pela visita e comentário!

    Também adorei conhecer o teu blog!

    Beijos mágicos

    ResponderExcluir
  6. Sueleem...
    Seu texto é uma verdade que vivemos a todo momento, mas infelizmente não damos conta disso.
    Fiquei feliz com sua visita, seu blog é muito interessante.
    Bjos.....EDNA

    ResponderExcluir
  7. Olá, garota, tudo bem?
    obrigada pelas palavras gentis. De fato eu já publiquei um livro, em 2004, 'MENINAS NA JANELA", foi uma experiência que me fez sentir o gostinho do céu e do inferno.
    Céu, porque foi maravilhoso ver minha cria pronta, inferno em razão das decepções e tristezas que é lançar um livro sem ter uma editora forte.
    em todo cado, Sue, eu tenho um livro pronto, guardado, só com poemas inéditos, quem sabe um dia eu enlouqueça e tente de novo. Enquanto isso, eu vou mostrando aqui esses outros poemas, que fazem parte de um livro ( outro) que se chamaria "SIMPLES COMO UM VERSO"e que já considero um projeto mais que abortado.
    Em todo caso, não se desiluda com minhas palavras, e vamo que vamo, com muita 'força na peruca".
    bjus

    ResponderExcluir
  8. Querida Amiga Suellem,

    Vim "saltitando" de blogue em blogue e "aportei" nesta sua casa e...Uau! Que lindo texto este. Parabéns.

    Ele rtemete-nos para uma verdade eterna: TEMOS QUE VIVER O PRESENTE. Só firmados no presente, ao qual teremos que prestar toda a nossa atenção e energia, poderemos avançar na auto-realização.

    O passado já era; o futuro ainda não chegou. Tudo o que temos é o ETERNO MOMENTO PRESENTE, num contínuo fluir.

    Se nos quiser visitar, sinta-se à vontade.

    Não deixe de visitar pelo manos dois dos nossos blogues: Poesia Viva e O Caminho do Coração. Tenho a certeza que irá gostar.

    Um abraço

    José António

    ResponderExcluir
  9. O silêncio da solidão mora em meus olhos
    Revela-se na tristeza, retém a palavra amarga
    Tem a nudez de um aguaceiro de Maio
    Uma garganta presa em grades que a voz embarga

    Hoje a Ilha acordou presa ao silêncio
    Os pássaros voaram no chão de barro frio
    Esqueceram-se de subir ao azul
    Lavaram as penas nas águas de um rio


    Convido-te a descansar a alma nas minhas pedras de Ouro

    Boa semana


    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  10. o amanhã! uma inconstante do pensamento... nunca se sabe se o amanhã vai chegar, por isso para quê pensar no amanhã, ha que viver o presente com intensidade...

    saudações poéticas

    ResponderExcluir

Deixem para mim os seus pensamentos!!!